Pesquisar
Close this search box.

Anitta revela ter vírus que pode causar esclerose múltipla

Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp

A revelação de Anitta foi durante o lançamento do documentário “Eu”, neste sábado (3), em São Paulo, ao lado de Ludmila Dayer , atriz que atuou em Malhação. Ela disse que há dois meses, foi diagnosticada com o vírus Epstein–Barr, conhecido como causador da “doença do beijo” e que pode ser uma das causas da esclerose múltipla. Segundo Anitta, foi Ludmila que a orientou sobre os exames sobre exames, quando observou na cantora sintomas parecidos. Ludmila Dayer foi diagnosticada com esclerose múltipla há três meses, depois de um ano de investigação.

“Por sorte, por destino, eu consegui nem chegar no estágio que a Ludmila chegou. Ela foi uma benção na minha vida”, disse Anitta.

O que é a doença causada pelo vírus Epstein–Barr

A mononucleose infecciosa é causada pelo vírus Epstein-Barr através da saliva. Além do beijo, pode ser transmitida através de objetos como escova de dente, copos ou talheres compartilhados com uma pessoa infectada também.

Normalmente é assintomática, mas quando há sintomas, podem ser confundidos com os de outras doenças respiratórias comuns. Uma boa maneira de confirmar o diagnóstico é com um exame sorológico para identificar a presença de anticorpos.