Pesquisar
Close this search box.

Fala de Elmano aquece os bastidores petistas e a disputa pela prefeitura de Fortaleza

Manifestações de apoio à ida de Evandro Leitão para o PT tiram Luizianne do casulo.

Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp

Foto: Divulgação

Luizianne Lins ainda não havia frequentado os palanques de Elmano de Freitas, desde que este começou a governar. E eis que no último sábado (6), lá estava ela ao lado do governador, em solenidade de entrega de documentos da regularização de moradias, no Centro de Eventos do Ceará. Coincidência, ou não, justamente ao final de uma semana de seguidas cenas de devoção explícita de petistas ao presidente da Assembleia Legislativa.

Primeiro, Evandro Leitão foi cortejado pelo líder do PT, De Assis Diniz, que defendeu não só a pré-candidatura dele a prefeito de Fortaleza como manifestou o desejo de que o deputado, hoje pedetista, vista uma camisa vermelha com uma estrela solitária no peito e migre para o PT. Ato contínuo, Evandro recebeu manifestação de apoio do deputado Júlio César Filho.

“Dentro das discussões internas, acreditamos que o deputado Evandro Leitão agregaria mais apoio político dentro do PT e principalmente fora”, argumentou Julinho.

Na sequência veio o apoio conjunto de seis integrantes da bancada feminina na Assembleia, dentre elas as petistas Jô Farias, Juliana Lucena e Larissa Gaspar. Emília Pessoa (PSDB), Lia Gomes (PDT) e Luana Ribeiro (Cidadania) foram as outras deputadas que se manifestaram em favor de Leitão. Cabe lembrar que, dias antes, a deputada oposicionista Dra. Silvana chegou a afirmar que, apesar de defender que o PL tenha candidato próprio a prefeito, em um eventual segundo turno sem o seu partido votaria com prazer no presidente da Alece.

As manifestações pró Evandro parecem ter tirado Luizianne da zona de conforto. A ex-prefeita, pode-se dizer, é figurinha carimbada nas eleições de Fortaleza. De 2004 pra cá, só não disputou em 2012, ano em que concluiu o segundo mandato e bancou como sucessor seu então secretário de Educação, Elmano de Freitas, que acabou perdendo a disputa para Roberto Cláudio, então no PSB.

A Loura jamais escondeu o desejo de voltar a administrar Fortaleza. Tanto que, em 2016 e 2020, impôs sua candidatura, mesmo contra o desejo da cúpula do PT estadual – o então governador Camilo Santana incluído -, que defendia a aliança com o PDT. Como se sabe, Luizianne perdeu as duas eleições. Só que o mundo dá voltas. Lula voltou à presidência da República e o governador do Ceará agora é Elmano de Freitas.

Elmano mantém ótimo relacionamento com Evandro Leitão. O presidente da Alece foi aliado de primeira hora na eleição de 2022, mesmo o PDT tendo candidato. Além do apoio dele próprio, arrastou consigo boa parte dos deputados pedetistas. Por mais de uma vez o governador sinalizou simpatia pela pré-candidatura do aliado e, na última sexta-feira, em coletiva à imprensa no Porto do Pecém, endossou, mais uma vez, o convite para que ele se transferisse para o PT. Porém, no dia seguinte, na solenidade no Centro de Eventos, jogou confete em Luizianne. Relembrou o feitos da gestão da Loura e vaticinou: “Ela há de voltar!”

Evandro, que também estava no palanque, apenas sorriu. Já está calejado o suficiente para entender que a construção de uma candidatura é algo trabalhoso. E que, até as convenções há um longo caminho a ser percorrido. Há, portanto, muito jogo a ser jogado.