Pesquisar
Close this search box.

Salmito fala sobre algumas de suas concepçoes sobre desenvolvimento e a secretaria

O futuro secretário do Desenvolvimento Econômico destaca as conquistas que o Ceará vem tendo e que reconhecerá e garantirá todas elas.

Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deputado Salmito Filho (PDT), que assumirá a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), fala sobre algumas de suas concepções sobre o desenvolvimento do Ceará, a Secretaria e como pretende trabalhar:

“Compreendo o desenvolvimento como sendo sustentável econômico, social e ambientalmente. Penso a política de desenvolvimento como sendo uma construção participativa, com inteligência de dados (com “data science”), com planejamento, com metas, avaliações sistemáticas e com relações colaborativas e interfederativas, transformando as estruturas econômicas e sociais do Ceará a partir das nossas vantagens competitivas locais”.

Segundo ele, tal construção participativa dar-se-á sob a liderança do governador Elmano junto com a iniciativa privada, o sistema “S”, as universidades cearenses e também com uma construção colaborativa e interfederativa envolvendo a união federal e os municípios cearenses.

“Compreendemos que as secretarias de ciência e tecnologia, de trabalho, de educação, da fazenda, de meio ambiente, de cultura, de turismo e de relações internacionais, dentre outras, são muito importantes e estratégicas para o desenvolvimento como um todo, ambiente de negócio favorável e capacitação profissional”.

Salmito ressalta que o Ceará tem alcançado extraordinárias conquistas e que reconhecerá e garantirá todas elas.

“Assim como avançaremos para continuar melhorando o ambiente de negócio no Ceará como um todo em parceria com as demais secretarias estaduais e municípios cearenses. Trabalharemos com o governo federal pela urgente regulamentação do hidrogênio verde, que deverá colocar o Ceará em um protagonismo no Brasil e no mundo. Buscaremos fortalecer todos os setores da economia, sempre buscando associar, de forma inteligente, as nossas vantagens competitivas locais e ouvindo as entidades representativas. Buscaremos criar uma classe média na zona rural cearense a partir de oportunidades produtivas”, destaca o novo secretário.